VERDADE

Atualizado: Abr 5

Existe a verdade? Outro dia me peguei pensando no assunto. Sei, é claro, que a verdade não se trata de opinião, interpretação, achismos. Vamos lá então. Ela existe realmente? Se nos pegarmos em analisá-la, muitos conceitos nos prendem em o que é certo é a verdade, daí faremos um paralelo, de entender o que é certo. Certo é aquilo que é real, ou que aconteceu. Porém a questão é bem mais ampla, pois quando ‘seguramos’ o certo em nossas mãos, com base nas questões sociais, filosóficas, religiosas, temos a impressão que a verdade nos escapa pelos dedos. Até aí nos parece fácil entender e resolver essa questão, né? E se formos além e enxergarmos padrões de um modo geral, origens, ética, moral, caráter, aí começa a ficar mais tenso analisar. Vivemos em um mundo onde somos pegos pelas indagações o tempo todo, e diversas discussões nos levam a repensar nossas vidas, a tentar entender qual a melhor forma de viver para termos paz, e até saúde, física ou emocional (Não entrarei nesse ponto, que abordarei em um outro tópico), daí tiramos conclusões que nos direcionam para nossos interesses. Aqui atingimos um ponto crucial do tema, onde tomamos decisões baseados naquilo que nos interessa. Nossas decisões, nem sempre nos remetem ao que é certo, ou a verdade, assunto desse tópico. Acreditamos que estamos no caminho certo, muitas vezes sem ao menos estar e sabemos disso, mas é a saída que encontramos pelo bem estar comum de um momento, ou por qualquer falso benefício que obtemos. Digo falso, pois não necessariamente aquela é a melhor opção das que temos. Temos que ser fiéis a nossos princípios. Tudo começa nos nossos pensamentos. Como lidamos com eles? Quais são nossas verdades que ultrapassam o véu dos sentidos? Quais são as emoções, sentimentos, que nutrem nosso pensamento? A imaginação traz com ela uma corrente vibracional muito forte e seus efeitos podem ser devastadores, ou não. Um outro passo importante é o que damos quando falamos. Nossas palavras tanto podem construir como destruir, e o fato é que a partir daqui, as envolventes se ampliam, passamos a ser responsáveis pelo outro. Até então, estávamos nos pensamentos, e agora são nossas palavras, e aqui aparece outra envolvente, elas nos expõem e mostram ao mundo quem somos, ou podemos ser. Poderia transcorrer muito mais no assunto, nos detalhes aqui escritos, mas deixo ao leitor uma meditação das palavras aqui descritas, nas linhas e entrelinhas, tanto do que escrevi, quanto do que poderia ter escrito. Olha só, mais um fator, a escrita. Por ela também podemos criar, transformar, assim como quando falamos. Todas essas formas nos colocam em ação direta com o mundo, e aqui temos o próximo meio de expressar a verdade. São nossas ações que nos colocam, pela nossa sinceridade, nossa fidelidade, como uma pessoa forte de caráter. Assim como a ciência, esses valores nos direcionam a verdade, mas não são a verdade. A verdade não é propriedade, ela é discutível e começa dentro de cada um de nós. Muitos sábios do passado foram inspirados e a enxergaram em suas meditações, trouxeram a público e muitas estão por aí nos dias atuais. E quando outra aparecer, sobre o mesmo tema, nada mais é que a ampliação do conhecimento. Cada um no seu momento, tendo como base um conhecimento anterior. Verdade e certeza não são a mesma coisa. Sei que algo objetivo nos faz afirmar que é verdade. O que acham da ilusão de ótica? Assim também é com relação ao que sentimos subjetivamente. Nossos sentidos nos traem. Quando concordamos, criamos um compromisso. Um paradoxo nos faz pensar que se afirmamos algo sobre a verdade, estamos dizendo que seu oposto é mentira. Daí criamos uma verdade sobre nossa afirmação. Um exemplo, quando citamos que a verdade depende do ponto de vista, ela passa a não ser verdade. Sejam quais forem as verdades, ou a verdade, penso que devem sempre passar pelo crivo do que é, não do que pensamos ser. E para isso, entender em qual contexto está inserida e a partir daí concluir se ela é, independente de nós.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Problemas