top of page

SINCRONICIDADE

Nesse documento em branco gostaria muito de expressar tudo que eu sinto. Dizer verdades que estão comigo desde o dia que nasci. Raivas, angústias, tristezas, solidão. Ah solidão, poucos vivem ela sem se lamentar. Nesse momento presente, tenho todas as características, ideias, mensagens a transmitir, sobre mim. Sei que sei mais de mim que todos. Por isso, eu conto tudo. Eu falo de mim. Mas, eu realmente saberei dizer? Quando falamos de nós, acreditamos que sabemos tudo. Sim, há verdades a serem ditas, que poderiam ter sido ditas no momento certo, que nem sei ao menos qual foi. Hoje, nesse dia, há muitas outras. O tempo sempre serviu como aliado das desculpas. Para tudo. Já no futuro, que direi de mim? Vou olhar para trás como olho hoje. Tudo igual. Nada muda. Nossas ações, mudam apenas o contexto, nada mais. Elas expressam o que nos convém. Nem sempre queremos aceitar nossas verdades. Muitas vezes vivemos aceitando como verdades, para distrair. E lá, naquele momento, sozinho, dentro de mim, olho para meu interior, cheio de histórias, mas vazio e carente de algo real.

Real no sentido do necessário, do mínimo, para transmitir a alguém, diretamente ou não, algo que o ajude em sua transformação. A mudança de atitude que esse alguém precisa ter, mas não encontra razões. Tudo tem que ter razão. E é nessa busca, da razão de viver, do porquê estamos aqui, que recebemos os impulsos e influxos do Cósmico. Sabemos até o limite de nossa percepção humana. Acreditamos em Jesus como Luz, e em Lúcifer como trevas. Pedimos a proteção infantil, que nos conforta. Sei que tudo independe de mim, da minha vontade. Na LEI tudo tem que ser atraído, e essa atração foge do meu controle, por mais que acredite em técnicas humanas. As criamos por conveniência. Somos dependentes de tudo, e acreditamos na liberdade individual. A sincronicidade mostra que há uma engrenagem que atua pela e para a LEI. Cabe a nós participarmos dessa sincronia . Só. Tudo depende de nós. Nada depende de nós. Nesse contraponto deixo aqui uma mensagem. A vida transcorre, independente de nós, porém nós somos o artifício pelo qual esse ‘piloto automático ‘ funciona, mesmo que ligado por cada partícula que existe, mesmo que movido pela regra da própria LEI, não como marionetes, mas sim como mestre e discípulo. Sendo voluntário ou involuntário, continuaremos servindo para o todo e pelo todo, produtos e frutos de uma engrenagem, que atua para a harmonia universal. Se for tomar uma atitude, se for agir, pense em tudo que envolve a ação e seus resultados. A LEI É PARA TUDO QUE EXISTE NO UNIVERSO! E em nosso planeta, a TRADIÇÃO a comanda, com a maestria necessária para que tudo fique dentro do padrão ideal de funcionalidade.


Pedro Ávila


17 de Julho de 2023

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

AMOR

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page